Domínio absoluto do tempo : Hybris Mechanica Grande Sonnerie da Jaeger Lecoultre



Relógio - Barbearia Corleone

Você é mesmo apaixonado por relógios? Então o que acha de desembolsar 1,5 milhão de dólares por um que vem até com o seu próprio cofre? É só entrar em uma de fila para comprar o Hybris Mechanica Grande Sonnerie, da marca suiça Jaeger Lecoultre, sim, tem uma espécie de fila de espera. O relógio, que faz parte de uma trilógia, junto com o Reverso Tryptique Hybris Mechanica e Gyrotourbillon Hybris Mechanica, foi lançado em 2009, depois de 4 anos de desenvolvimento, e conta com mais 1.400 peças, além de 26 mecanismos de complicação, dos mais avançados do mercado – juntos os três relógios somam 55 complicações.


Investindo nessa preciosidade você terá em seu pulso, por exemplo, o Minute Repeater, que informa o horário por meio de badalos e conta com um calendário perpétuo, que reconhece até os anos bissextos; o Flying Tourbillon mecanismo preso em apenas um eixo do relógio que corrige os atrasos causados pela gravidade; e o Inertia Blocking, que não deixa o relógio acelerar e nem atrasar nos momentos de inércia, regulando até mesmo um quarto de segundo.

Além disso, se resolver desembolsando esse valor pelo Hybris Mechanica Grande Sonnerie, você terá um carrilhão Westminster, miniaturizado para caber no relógio de pulso, com a melodia mais longa já tocada em um relógio. E claro, de quebra, você terá um dos relógios mais caros do mundo!